terça-feira, 30 de junho de 2015

Ambivalência

Não há como definir de forma exata a tristeza, a felicidade, ou até mesmo o amor, pois cada um tem seu próprio jeito de senti-los. Vivemos num mundo em que já é difícil distinguir o certo do errado, saber separar o que é bom do que é mau, pois muitos se perdem pelo caminho. Abrem mão de seus princípios, até mesmo de sua própria ética, apenas para se dar bem na vida. E no final qual é a credibilidade que você tem, após se tornar alguém que passa por cima dos outros sem se importar? Você ainda tem algum caráter? Pense nisso, mas não é aos outros que deve essa resposta, apenas a si mesmo. † Salva pela graça †

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Somos tão jovens

O passado nos ensina a dar valor a coisas simples, como quando você me leva no ponto, subo no ônibus e te dou língua da janela, e você me mostra a língua de volta, nossa implicância saudável. E não me importa o que as pessoas pensam de uma relação como a nossa, porque eu realmente não me importo com o que elas pensem. Todos os dias ao seu lado são tão divertidos, vivendo intensamente como se fosse o último, mas sei que ainda temos muito pela frente. Somos dois amigos, jovens e destemidos, que buscam a mesma coisa no final das contas, um dia conseguir noivar, casar e ter sua própria família. † Salva pela graça †

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Minha escolha

A última coisa que eu queria era confundir sua cabeça, te fazer voltar àquelas lembranças do passado, deveria ter ficado quieta ao invés de revelar meus sentimentos. Tudo que quero é o melhor para sua vida, teu bem, e sei que ele não é ao meu lado. Chega de fazer pessoas sofrerem, chega de egoísmo, pois sei que te amo o suficiente para te deixar ir. Talvez certas pessoas façam mais bem aos outros estando sozinhas, tendo apenas amizades, sem proximidade o suficiente para magoar seus corações. † Salva pela graça †

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Insubstituível

Seu enterro, foi a única vez que realmente me arrependi de ter chegado atrasada em algum local, não te vi uma última vez. Me parecia que era tudo uma brincadeira, até ver seu corpo enterrado, Q20 - 250, jamais me esquecerei deste número, pois um dia poderei lhe levar flores. E por mais que lhe acusem do que for, eu te conheço, sei como realmente és, e sei que jamais seria capaz de fazer mal a alguém, apenas ajudar. Depois de perder uma pessoa tão importante, eu percebo a dor que sentiriam quando eu mesma tentei me matar, tirar minha própria vida. Pelo menos você me ensinou que devemos aproveitar ao máximo enquanto ainda estamos neste mundo, e agora eu faço isso por você, meu amigo. Pois ninguém jamais poderá te substituir, a pessoa que me ensinou que palavras não podem nos deixar para baixo, eu te amo. † Salva pela graça †

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Rest in Peace

Tudo apenas para salvar uma simples garota, você não imaginou o preço que pagaria, será que toda sua vida passou diante de seus olhos antes do último suspiro? Lagrimas de tristeza enchem meus olhos, desejando que isso seja apenas uma alucinação, sonhando à noite que aquele não é seu corpo, que se enganaram. Porém sei que com aquele seu jeito brincalhão de ser não iria querer ver mal os que o amam, apenas iria querer todos superando e vivendo bem. Mas como eu só queria mais uma conversa, com aqueles seus maravilhosos conselhos, mais um abraço, ouvir mais uma vez a voz de um grande amigo que infelizmente estava no lugar errado na hora errada, e se foi cedo demais. Infelizmente o mundo perdeu um grande homem, mas sei que está em um lugar melhor agora, e que as lembranças boas possam confortar os que ficam. † Salva pela graça †

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Fazer a diferença

Se eu dissesse toda a verdade, tudo o que penso, perceberiam que há algo de muito errado comigo. Não vou negar, este mundo que eu mesma criei pertence apenas a mim, e não quero perdê-lo esta noite, perder a cabeça. Estive esperando toda minha vida por este momento, então não vou fugir, não desta vez. Toda a dor passa agora, sinto o vento que entra pela janela bater suavemente em meu rosto e começo a sorrir sozinha, apreciando a maravilha que é a natureza. Tudo que eu tinha era vazio, porém agora minha consciência que se torna assim, ela não pesa mais, e finalmente posso fazer planos, sonhar novamente. † Salva pela graça †

Warmness on the soul

Deitada em seu ombro, parece até que estou completa finalmente, tão próxima de seus olhos castanho claros. Obrigada dor por me ensinar o verdadeiro valor das coisas, me mostrar que não adianta de nada se lamentar pelo passado, o que adianta é pensar em construir todo um novo futuro. Às vezes lágrimas ainda caem quando estou a seu lado na cama, sinto aquele cheiro único de seu pescoço e lembro de tudo que destruí com minha loucura, mas esta noite garota, é apenas eu e você, nada de passado. Tudo o que nos separava, nos distanciava, agora cai ao chão, com a minha certeza de que sempre estarás presente quando eu precisar, assim como sempre estarei com você também. E eu que pensei que fumar fosse meu único vício, mas também há você, desde o dia em que realmente nos conhecemos, eu te amo querida. "I give my heart, 'cause nothing can compare in this world to you." † Salva pela graça †

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Interior

É tão patético quando as pessoas insistem em achar que ainda sinto algo por você, chega a me dar vontade de rir compulsivamente. Você é menos do que um homem para mim, apenas uma criatura repulsiva da qual sinto nojo, e farei questão de nunca me esquecer disto. As vezes me perguntam como tenho coragem de andar pela madrugada sozinha, não tenho medo das pessoas, do que há no interior delas, acho até mesmo que algumas pessoas é que deveriam ter medo de mim, porque o que há em meu interior é bem pior. † Salva pela graça †

Addicted

Sente o cheiro de cocaína, mas não há nada, sente o gosto de maconha, mas não é nada, talvez seja o medo do vício em sua mente. Chega todo dia em casa tarde cheirando a sexo, até quando acha que seus filhos irão te respeitar? Até quando acha que seu marido irá acreditar em suas desculpas? Você não precisa mais disso, já faz porque quer. Mas se tem uma coisa que aprendi com a vida foi erga a cabeça, vá atrás de seus propósito, sua jornada ainda não acabou, siga em frente mesmo que o ar a sua volta pareça uma gaiola, não deixe isso te abater, e talvez assim algum dia finalmente possa ter orgulho de si mesma. † Salva pela graça †

Ame-se

Não importa o que o destino faça de nós, sempre estarei aqui quando precisar, esperando para lhe acalentar. Porque você é a única pessoa que faz com que eu me sinta assim, quero ficar com você até envelhecermos, ser seu tudo até o fim de nosso tempo neste mundo. Porque apenas eu consigo sentir esse cheiro? O cheiro hipnotizante que te cerca, e quando estou pensando em você ele parece estar por todo lugar, empesteando todo o ambiente. Mesmo assim ainda quero roubar sua dor, porque foi você quem apagou a minha. Mas porque eu abandonaria meu presente? Para que me largue na primeira dificuldade e eu tente tirar minha própria vida novamente? Não desta vez, meu amor próprio agora é maior do que isso. † Salva pela graça †

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Instintos

Vozes me falando coisas, me instruindo a entrar neste submundo, parece que me chamam pelo nome. A noite sempre me pareceu mais interessante, há algo de mágico e impressionante no sombrio, como se eu pudesse simplesmente sair andando por aí sem depender de mais ninguém, apenas de meus próprios instintos. Mas a quem tento enganar quando finjo que já te esqueci? Acho que apenas a mim mesma. † Salva pela graça †

terça-feira, 9 de junho de 2015

Yesterday

Não há mais onde se esconder, então tome fôlego e comece um belo dia novo, nunca é o mesmo do dia anterior. Você pode fingir que não liga para o passado, mas sempre há algo te puxando para trás, então como pode seguir em frente assim? Não há mais tempo para chorar, pois quando você aprende a perder aí sim é que você se torna um bom jogador, e quando se compartilha um sonho não há mais necessidade de olhar para o ontem. Mesmo assim às vezes você ainda olha para as estrelas, sozinho, tentando encontrar uma razão para seguir adiante sem perceber que ela está bem na sua frente. † Salva pela graça †

In the end

Não desperdice suas emoções, deposite todo seu amor sobre mim, apenas me dê mais uma chance, continuo procurando por você, e você continua esperando por mim? Deixe-me ajudar a sentir sua dor, sei que não podemos mudar o que já foi feito, mas sempre podemos construir todo um novo futuro. Eu poderia dar ouvidos ao meu orgulho e perder a chance de viver de verdade novamente, mas eu escolho você e não ele. Lembro de quando eu tentava achar palavras para justificar meu orgulho, e agora nada disso importa, porque não importa como, sei que ficaremos juntos no final. † Salva pela graça †

segunda-feira, 8 de junho de 2015

A forca

Você observa de longe a pele morena, os lábios delicados, daquela que todos creem ser apenas mais uma serva comum, mas que poucos sabem ser a amante do rei. O mesmo rei que você jurou servir, sendo seu braço direito e sua guerreira. Ela lhe sorri ao perceber que está mais atenta a ela do que a seu treino com espadas, levando um leve golpe de seu suposto oponente. Não sabe o que pensar, será que ela compartilha de seu interesse? De qualquer jeito é uma época diferente em que todos se importam com o que os outros pensariam de alguém que faz escolhas diferentes do que é considerado o padrão, principalmente sua família, que já se considera desafortunada pela condição social em que vive. Decide tentar esquecer, deixar isso pra lá, mas é difícil quando se descobre que a mulher que deseja está com outro apenas por que ele a deseja e ela tem medo de todo o poder do mesmo para reagir. Quando ele finalmente dá uma noite de folga para as duas, no mesmo dia, você a vê na taverna onde todos costumam ir, decide aproveitar a oportunidade. Se aproxima, bebem cerveja e começam a conversar, percebe que ela é irresistível demais para que não tome uma atitude então repentinamente a beija. Ao se distanciar percebe que os olhos da mesma são de aprovação, o que faz com que não consiga deixar de soltar um sorriso malicioso, com a ideia de que vão para um lugar mais reservado, o que a outra prontamente entende e o fazem. Os beijos que se seguem são cada vez mais quentes, a sente passar a mão por seu corpo impacientemente, as duas igualmente consumidas pelo desejo de que seus corpos se encontrem ritmicamente e finalmente consumam o ato carnal pelo qual a muito esperavam, com a certeza de que não seria a última vez. Continuam se encontrando às escondidas sempre que possível, se conhecem cada vez mais, descobrindo coisas uma da outra jamais imaginadas, até que com o tempo se vê perdidamente apaixonada. O que diriam se soubessem que o rei tem uma amante? E ainda mais o que diriam se soubessem que ele não a satisfaz, mas você sim? Apesar disso tudo estava bem, até o dia em que ambas não conseguem segurar seu desejo durante uma cerimônia em homenagem ao rei, encontram-se durante o banquete e o rei sente a falta das duas na celebração, depois de muito procurar as encontra em um dos vários aposentos da casa, sobre a cama juntas, tendo uma visão que não foi nada agradável para o mesmo. Mas vocês duas estavam tão ocupadas com o que faziam, de olhos semicerrados e tão concentradas no prazer que sequer perceberam outra presença no local, dando-o a oportunidade de pegar uma adaga de lâmina bem afiada que sempre levava consigo e cortar a garganta de sua amada, aquela pele morena tão exuberante agora se misturava com o vermelho vivo. Sente o sangue dela a pingar em sua face, e sem pensar nas consequências pega a espada que se encontra com suas roupas, a desembainha se aproveitando de sua vantajosa rapidez e a crava no coração do rei. Guardas escutam os urros de dor e vão ver o que se passa, mas você não se arrepende do que fez, o faria novamente quantas vezes fosse preciso para se vingar, e é somente nisso que pensa neste momento, à caminho da forca. † Salva pela graça †

Acidente

Cabelos ao vento, nós éramos tão inocentes, corríamos com toda a velocidade sem nos importar com os obstáculos do caminho, até sofrer um acidente. Lembrar de usar o cinto de segurança nunca foi meu forte, e então atravessei pelo vidro da frente, fui parar na pista, jogada no chão. Te observando preso ao cinto, sem acreditar que aquilo realmente fosse verdade, saía sangue de sua cabeça, mas você ainda estava vivo, notei isso quando abriu os olhos. E então essa foi minha última visão, pois os meus fecharam-se, para sempre. † Salva pela graça †

Pequenos suicídios

Dupliquei minha dose de remédio, sinto calafrios, mesmo assim também sinto uma vontade enorme de tomar mais, descobrir até que ponto meu frágil corpo aguenta. Quero sentir a excitação da lâmina em minha pele mais uma vez, liberar tudo, me libertar dessas correntes. Se os cortes são pequenos suicídios para você então ainda posso me morder, me arranhar, e serei inocente dentro da minha própria culpa. Quando tudo que quero é seu apoio, sua ajuda para superar tudo isto, porém parece que simplesmente nem se importa mais, deve ter desistido de mim. † Salva pela graça †

Solitary mind

Toda vez que fecho os meus olhos é como um paraíso negro, pois ninguém se compara a você e tenho medo de que não esteja me esperando do outro lado. Eu poderia fazer melodias sobre nossas memórias, mas isso não o traria de volta, e todos os meus amigos dizem que eu deveria seguir em frente, mas eles sequer sabem como é te ter, mesmo com o medo todas as noites de te perder para o suicídio. Eu aprendi que devemos tomar cuidado justamente com o que mais tememos, pois parece que aumenta as chances de que isso aconteça. Sinto todos os meus ossos quebrando, como em meio a um furacão, as cicatrizes já não importam mais, apenas uma coisa realmente importa, você estará lá para me segurar? † Salva pela graça †

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Booster

Estou no alto apenas aguardando o solavanco da queda, em meio a tanta gente gritando, e então percebo o quanto a vista daqui de cima é bonita. Talvez seja minha última visão, pois antes da queda final fecho meus olhos, pressiono minhas pálpebras com força. E então eu caio, meu corpo balança, em uma velocidade de 100Km/h, fico de cabeça para baixo, já não sei mais onde está o céu e onde está o chão. A poucos centímetros do chão desperto, suando frio, levantando rapidamente e olhando em volta, percebo que é apenas o mesmo quarto de sempre e os mesmos velhos pesadelos. † Salva pela graça †

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Just another day in paradise

Vejo pessoas tão novas na rua, deitadas no chão frio, em meio a toda essa imundice, já acostumadas com o barulho, e não consigo deixar de imaginar que por trás de cada uma delas, dormindo com apenas um lençol, há uma história. Um passado, provavelmente de vícios, abandono, ou até mesmo apenas sofrimento, tudo pode ser uma simples questão de estar no lugar errado no momento errado. E então eu choro lágrimas amargas, transtornada por todas essas mentes conturbadas, vejo gotas de água caindo de um teto onde há apenas um espelho, ouço passos a minha volta, em minha mente, mais alucinações. Mesmo assim percebendo que já tenho que agradecer o simples fato de ter uma cama onde dormir quando chego em casa, mesmo que fantasmas em meu interior façam questão de me atormentar e levar meu sono embora. † Salva pela graça †

quarta-feira, 3 de junho de 2015

The show is over

Você alega ser minha última chance, enquanto a sua já se foi a muito tempo, pois uma vida longe de quem nos puxa para baixo tende apenas a progredir. Minhas veias começam a ficar limpas novamente, não preciso mais de todas aquelas drogas que você me fazia querer usar. Você pode até mesmo implorar por perdão, e tudo que farei será cuspir na sua cara. Chega de interpretar papéis, chega de jogos, o show acabou, então não venha me procurar mais uma vez quando seu mundo estiver desabando, pois o máximo que eu faria seria ajuda-lo a cair mais rápido, se é que vale à pena perder meu tempo com isso, você já me perdeu. † Salva pela graça †