sábado, 31 de outubro de 2015

More of you

I looked at your eyes, you gave me a smile, the brightest star in the sky. Pure heart, pure soul, I'll freeze you and take for me. And put where? In the front of the mirror. Why? Because everytime that I assume that I'm looking in the mirror I'll see a good person. So don't be afraid to love, love me specifically, I can be a complicated person, but more than this, I can be your everything. Like when we met, the first time was so simple, I don't believe in love at first view, I believe in ourselves and in the power of what happens with the time. Time is the best gift that we can have, to make a new start, a new possibility to give me more of you. † Salva pela graça †

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Choices

Flores espalhadas pelo chão, elas pareciam tão frágeis, pensei em pegar uma, não como lembrança deste dia, pois é um daqueles do qual não preciso de nada guardado para lembrar-me. Talvez porque as mesmas assemelhem-se a mim neste momento, sozinha, no frio, aguardando que alguém me resgate para sentir que tudo ficará bem. O que mais me deprime não são os valores deturpados de nossa sociedade, e sim saber que me deixei contaminar por isto. O problema não é a visão alheia, nunca me importei com isso, mas sim a visão que começo a ter de mim mesma, talvez o que me conforta seja o fato de que há como tentar mudar, não pelos outros, por mim. Sempre parece haver forte tendência para duas escolhas em minha vida, a questão é saber que caminho seguir, e isso se torna difícil quando se tem a consciência de que do mesmo jeito que posso me orgulhar muito da escolha que fizer também posso arrepender-me amargamente e ter que conviver com isto, não seria a primeira vez e talvez nem a última. † Salva pela graça †

Escapatória

A luz entra pela janela, mais uma vez estou aqui, transbordando em lembranças, como naquele dia em que roubaram seu carro, me lembro bem. Já certos momentos encontram-se como um borrão de memórias, o carro faz a curva fechada com velocidade, avisto dois faróis altos de um caminhão descendo a serra, em direção oposta a nossa. Tudo acontece muito rápido, e então só vejo nossos corpos espelhados pelo chão. Podíamos ser jovens demais, mas quando algo deve acontecer não há escapatória, estamos sujeitos a toda e qualquer desavença da vida. † Salva pela graça †

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Vão

Observo o vão da porta, quando foi que fiquei tao suscetível a mudanças? Humor subversivo, tudo parece tao subjetivo, escolher, sentir, demostrar. Cheiros nos remetem às melhores lembranças, submetem meu inconsciente a um jogo de doce tortura. Quarto impregnado, deito a cabeça no travesseiro e as palavras faltam em minha mente falha. Ao fechar os olhos encontro tua face, lembro daquele sorriso malicioso que tanto me agrada, cujo encanto permanecerá vivo em meu interior. † Salva pela graça †

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Resolução

Cada sorriso tem seu motivo, olho para seus olhos negros e não sei o que dizer, só sei o que sinto, talvez amar seja algo muito forte, não me importo. Olho para este vagão vazio e a incerteza que me bate é arrebatadora, lembro de nosso reflexo na TV, janela embaçada, pingos de chuva que começam a criar desenhos na mesma. Vejo lindas estrelas sobre nossas cabeças e penso no quanto eu gostaria que você estivesse aqui. † Salva pela graça †