sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Nosso próprio mundo

Tento me acalmar, de olhos fechados, respirando lentamente, enquanto suas lágrimas molham minha face. Compartilhamos este momento, onde tudo que conseguimos sentir é um misto de medo e conforto. Sinto o tremor de seu corpo, clamando por calor humano, e então morremos pouco a pouco, vivendo cada vez mais em nosso próprio mundo, o único lugar onde realmente podemos ser nós mesmos.

† Poison † Girl ♫

domingo, 31 de julho de 2011

Dose diária


Será que é errado não ter fé? Pessimismo, descrito pelo dicionário como, “tendência para encarar tudo pelo lado negativo”, talvez seja uma espécie de doença, corroendo aos poucos meus ossos. Então tomo minha pequena dose diária de veneno, esperando que esse finalmente seja o tão aguardado dia em que entrarei num mundo totalmente novo, desconhecido, e verei a vida com outros olhos, os olhos da morte.

† Poison † Girl ♫

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Tudo ou nada


Gostaria tanto de saber o que realmente se passa em sua mente, neste exato momento. E apesar de fingir que não me importo, é mentira, pois eu me lembro, eu me lembro de tudo. Cada momento de nosso circo de tragédias particular chamado passado, sendo recordado enquanto nos olhamos, em meio a tantas almas fracas, e na realidade nem somos tão diferentes assim. A amizade nunca funcionou para nós, tudo ou nada, essa é a simples verdade, nua e crua diante de nós, enquanto ora você tenta consertar os cacos e ora eu tento também, apesar de não admitir.

† Poison † Girl ♫

sábado, 23 de julho de 2011

Prazer


Sinto sua respiração ofegante em minha orelha, enquanto tento me liberar por completo cravando as unhas em suas costas nuas. Todas as minhas inibições encontram-se aqui agora, expostas, sendo finalmente deixadas de lado, e ao mesmo tempo um manto de incredulidade cobre minha face. Até que finalmente percebo o quanto é bom libertar tudo que há dentro de mim em um só ato, onde minhas barreiras caem uma por uma, até restar apenas o prazer. Sinto, mais do que nunca, que somos um só, ligados de corpo e alma.

† Poison † Girl ♫

terça-feira, 19 de julho de 2011

Escolha


Neste exato momento escuto uma respiração alheia no meio da noite, alta o bastante para meus ouvidos aguçados, mas baixa o bastante para todos os outros. Até que meu pensamento se desvia totalmente do presente, começo a pensar nas mesmas coisas de sempre, com aquela chata certeza diária de que me afastar dos vícios é como perder uma parte de mim. A verdade é que esse vício, em particular, sempre fará parte de minha vida, mostra quem realmente sou, e ao tentar superá-lo estarei apenas travando uma nova batalha a cada dia, até minhas forças se esgotarem, e então redenção ou morte, a escolha é toda minha.

† Poison † Girl ♫

terça-feira, 12 de julho de 2011

Hotel


Vejo o fogo saltando de seus olhos arregalados, assustados, enquanto digito mais uma de minhas mensagens rotineiras. Observo o corredor escuro, no qual sua alma ardente em chamas agora deposita-se no chão, esse chão tão sujo quanto todas as palavras que saem de sua boca. Paredes encardidas, fazem com que mal consiga me lembrar do quanto esse lugar era luxuoso, sendo lentamente destruído pelo tempo, assim como todos que nele já habitaram.

† Poison † Girl ♫

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Convicção - Parte 2


É impressionante como as coisas acontecem no momento mais inesperado, pois apesar de sempre ter sido pessimista, finalmente havia uma parte otimista dentro de mim, mas o orgulho pode destruir tudo. Parece até que eu estava prevendo o futuro, pois agora sim, nós realmente estamos morrendo em palavras que não puderam esperar para serem ditas. Esse texto sempre vai parecer não terminado, mas essa ideia de necessiade de continuidade vem do fato de que simplesmente não sei como me expressar. A verdade é que muitas pessoas continuam procurando uma maneira de voltar no tempo, mas eu prefiro acreditar no destino, que diz que tudo tem seu motivo para acontecer.

† Poison † Girl ♫

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Você


Você está desistindo da vida, não acredita mais em milagres, e todo o ódio que finge ter é apenas uma camuflagem, projetada para esconder seu medo. Como alguém que nem conhece a si mesmo pode querer compreender seus medos, tentar enfrentá-los? A verdade é que sempre acabamos caindo na mesma contradição, uma espécie de poço sem fundo, o que nos mostra o quanto somos medíocres. Só me pergunto quando finalmente vamos admitir que o "você", em parte, é apenas uma referência a todos nós.

† Poison † Girl ♫

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Convicção - Parte 1


Comecei a perceber uma triste verdade, nós somos tão convictos de nossas decisões, mas só até o momento crucial, pois é nele que as duvidas voltam. Tudo fazia sentido, até ficarmos cara a cara. Os minutos passam tão devagar enquanto espero, e mais ainda enquanto estamos em silêncio. Morrendo em palavras, que não puderam esperar para serem ditas.

† Poison † Girl ♫

terça-feira, 31 de maio de 2011

O detalhe


Me lembro de vários primeiros beijos diferentes, gostos diferentes. Lembro-me de cada adeus, e de cada novo começo como se tivessem acontecido ontem. Porém não me recordo muito bem de cada face, apenas detalhes mais marcantes de cada rosto confuso. Mas nunca me esquecerei de um importante detalhe, você é apenas o mesmo, tentando usar uma máscara diferente a cada dia.

† Poison † Girl ♫

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Grande propósito


As vezes simplesmente paro e me pergunto o que a vida realmente quer das pessoas, pois em certos momentos parece que isso tudo não passa de uma mera brincadeira de mau gosto, mas e se houver um grande propósito por trás disso tudo? Algo inadiável, planejado desde o início de todos os tempos.

† Poison † Girl ♫

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Suor


Gostaria de poder sentir o silêncio pairando no ar, enquanto você lê mais um de seus livros antigos, mas tudo que temos em comum agora transparece, nosso visível ódio desses vermes barulhentos. Avisto um horizonte tão escuro, montanhas banhadas em sangue, ruas poluídas, e a janela desse ônibus tão lento que me permite apreciar isso tudo, percebendo coisas que sequer vi antes algum dia. Meu coração bate aceleradamente, sinto o suor escorrer pela minha face, acompanhado de um calor que me consome cada vez mais.

† Poison † Girl ♫

Dose de realidade


A voz que comanda você faz todos os seus sonhos parecerem realidade, enquanto o tempo vai passando rapidamente diante de seus olhos, mas você não consegue ver desde que ficou paralisado, perdido dentro deste novo mundo imaginário. Agora tome uma dose de realidade, muitos clamam por ajuda em vão, seja bem-vindo a dura vida real, aqui você não pode salvar a todos, nem sequer ter tanto orgulho quanto costumava ter de si mesmo, pois foi mais um dos muitos que ficaram parados sem fazer nada para ajudar.

† Poison † Girl ♫

domingo, 1 de maio de 2011

Revelação


A vida tem esperado, aguardando o momento primordial. Ouça o sussurro das árvores, revelando tudo que nunca conseguiremos deixar para trás. Admire a beleza da noite, e entregue-se a esse momento, em que seus pensamentos passam a não fazer mais sentido. Admita que há algo te puxando para trás, e só assim poderá se libertar.

† Poison † Girl ♫

Ponto de partida


Sinto vontade de escrever um texto, talvez seja simplesmente o desejo de me expressar, mesmo sem saber quais palavras usar, ou sequer, ao menos as ideias. Sei que em algum momento meus textos irão influenciar seu modo de pensar, esse é o maior defeito que alguém pode ter, se deixar levar tão facilmente. Nossos segredos são o que nos entrega, a prova de que não somos muito bem o que pensam de nós. Tendo que prosseguir, com um dia da minha própria vida do qual não me recordo muito bem, o que me prende na duvida de querer desvenda-lo ou não. Talvez em algum outro dia o passado volte à tona, a verdade é que não é possível desfazer o que já foi feito, e pode ser tarde demais para voltar ao ponto de partida, mas não custa nada tentar.

† Poison † Girl ♫

terça-feira, 12 de abril de 2011

Meus atos


Atualmente percebo várias coisas, e posso tirar várias conclusões de meus atos:
- Procuro me apegar a novos vícios, para que os antigos sejam deixados de lado;
- Não somos todos iguais, mas isso é apenas uma questão se caráter;
- Descobri que o tempo não pode curar tudo, ele apenas ameniza;
- Minhas contradições são o maior obstáculo a ser ultrapassado.
Verdade seja dita, vivemos um dia de cada vez, mas parece nunca ser a medida certa, queremos sempre mais ou queremos sempre menos.

† Poison † Girl ♫

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Minha fuga


Tantos pensamentos, complexos, mas ao mesmo tempo simples expostos na minha frente. Pensamentos que nem são meus, mas que poderiam muito bem ser. Começo a perceber o quanto eu venho mudando, assumindo responsabilidades, e então meus olhos ardem de exaustão, já os seus irradiam simpatia, uma certa simplicidade tão complexa que jamais poderei entender. A partir de agora abro não só meus olhos, mas também minha mente, para tentar ver a vida como você vê, um jeito otimista completamente oposto ao meu que talvez possa até proporcionar algumas decepções, mas um pouco de fuga da realidade pessimista nunca fez mal a ninguém.

† Poison † Girl ♫

terça-feira, 5 de abril de 2011

Renascimento


Queimando com seus secretos desejos ardentes, olhos em chamas que jamais poderiam ser discretos, observando tudo que você nunca poderá ter novamente. Essas memórias estão me caçando, e simples escrituras em papéis jamais poderão sacia-las. O último beijo de misericórdia, é dado hoje para encerrar um passado que foi totalmente inútil, mas que deixou muitas marcas. Mas a verdadeira magia da vida é morrer um pouco a cada dia e em seguida renovar-se, renascer.

† Poison † Girl ♫

Futuro


Já teve a sensação de que tudo está tão perfeito que chega a ser patético? Apreciando todas aquelas lembranças de quando o sabor do imperfeito era mágico, irresistível. Tenho a forte impressão de que alguém está me julgando, observando, mas a única pessoa a fazer isso sou eu mesma, tentando quebrar toda essa perfeição. E então eu percebi que posso até sentir saudade de alguns momentos do passado, mas gosto de como minha vida está agora, e gosto mais ainda de imaginar como o futuro será. Algo invendável, constantemente regido por uma força muito poderosa chamada destino.

† Poison † Girl ♫

domingo, 27 de março de 2011

Dose de pessimismo


Hoje acordei pensativa, e tomei minha primeira dose de pessimismo do dia, então levantei da cama, disposta a usa-lo. Andando pelos cômodos, vivendo apenas mais um dia normal, consumida pela rotina. Então abro a porta, e sinto o vento na rua tomar vida, batendo em meu rosto suavemente. Me encaminho para aquele mesmo lugar de sempre, apreciando o vazio do local, até que seja preenchido, e agora, meus olhos te observam, secretamente, tentando entender tudo aquilo que para mim ainda não faz sentido.

† Poison † Girl ♫

sábado, 19 de março de 2011

Sacrifícios


Numa noite tão serena, ouço seu chamado de desespero, que convida-me para entrar nesse doce jogo de misericórdia. Então finalmente percebi que toda a compulsão não me deixa aproveitar o momento. Céu e inferno colidem diante de meus olhos, transbordando em sacrifícios. A verdade é que minha sensação de perigo jamais poderá provar algo, e muito menos olhos tão cegos assim.

† Poison † Girl ♫

quinta-feira, 10 de março de 2011

Limbo


Cada texto me trás uma lembrança, a caminho da ressurreição pela última vez. Hoje vi novamente a pior de todas elas, perdida no intenso limbo. Sentada ao seu lado, sinto as janelas tremendo, vejo outro ônibus vindo em nossa direção, nosso último momento. Então caio no sono mais uma vez, envolvida pelo seu abraço, mostrando-me que meus desejos são minúsculos se comparados a o que nós temos. E agora, dedos mortos tocam minha pele, tão vivos quanto tudo que há dentro de mim, entre o paraíso e o inferno, sua alma jamais descansará. Mas você me mostrou que os anjos também podem amar.

† Poison † Girl ♫

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Doce pecado


Fotos tão belas, expoem seu melhor lado, o que me mata de desejo. O olhar transparecido apenas em um tela, mas mesmo assim tão intenso, meu doce pecado. Minha querida, tudo aquilo que nos separava está caindo, ruindo aos poucos por não ter força suficiente, o que ainda me resta no fim do dia é nosso ardente desejo. Assim não me importo de ser a pecadora, aquela que tocará teu corpo tão intensamente no silêncio da noite.

† Poison † Girl ♫

Lua cheia


As ruas mudaram de aspecto, mas basta olhar em volta e você verá os mesmos rostos. Pois a vida é feita de tudo que encontramos pelo caminho, uma junção perfeita de pequenos cacos. E não importa qual seja a distância entre nós dois, por mais que ainda não tenha visto tua face, pelo menos sempre compartilharemos a mesma lua cheia. Uma visão tão ampla, capaz de trazer uma simples brisa de memória, ou até mesmo as mais fortes lembranças.

† Poison † Girl ♫

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Boneca de Cera


Frágil criança, sua medíocre vingança jamais funcionará, ela será seu fim, eu já sei disso antes mesmo de fazer sua garganta sangrar, até seus olhos abertos, sem vida, apontarem em minha direção. Eles não enxergarão mais, porém sei que poderão sentir toda a inocência transbordar de seu corpo frio e duro, caído no chão. Como uma boneca de cera, assim você foi o brinquedo perfeito de nosso jogo, tão influenciável, exatamente igual a tantas pessoas que já conheci.

† Poison † Girl ♫

Folhas


Sentada em meio a tanto contraste, percebo que há algo que torna todos nós tão iguais. À medida que me distâncio mais da origem, a cada passo, ao mesmo tempo reencontro-a, transformando-me lentamente na voz da sua consciência. Nossos lábios se tocam, por um momento que parece tão eterno, enquanto as mentes tornam-se apenas uma, só me pergunto, como alguém pode amar olhos tão vazios em toda sua profundidade tímida, muda, imutável? Mas você vê algo de atraente na solidão, eu também vejo, porém esqueci meus motivos, e muito mais que o tempo fez questão de apagar como folhas soltas ao vento.

† Poison † Girl ♫

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A primeira vez


Quando a morte persegue todos a sua volta não há escapatória, pois logo ela perseguirá você também. Minha querida, seus olhos transmitem tanta tristeza e miséria, estou tão cansada disso. Está pronta para conhecer meu mundo? O fantasma do amor jamais nos deixará em paz, então que pelo menos fiquemos junto a ele. Cruzando o muro da tentação, sinto seu corpo junto ao meu, talvez a ambição tenha me destruído aos poucos, mas é hora de renascer, encostando em teus lábios vermelhos como se fosse a primeira vez.

† Poison † Girl ♫

Face


Observo a estrela mais brilhante no céu, enquanto durante minha estranha alucinação ainda vejo aquela cor antiga nas paredes. Então fecho os olhos para ver a mesma face, novamente, perdida no mesmo instante. Ainda não sei o que o futuro nos reserva, mas se todos os dias forem como hoje, não quero perder nenhum momento.

† Poison † Girl ♫

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Meu último prazer


Fico parada do lado de fora, imóvel, apenas observando essa casa a queimar, admirando as lembranças. Cinzas jamais irão me comover, apenas deixe-me queimar também. As madrugadas em claro se foram, junto com meu último prazer, cada ponta desse triângulo me puxa para um lado, mas estou simplesmente parada, com o tempo a passar sobre minhas costas. A beleza dessa história é que todas as regras foram quebradas, afinal, sentimentos jamais poderiam ser expostos, e suicídios jamais poderiam ser cometidos, mas você era tão fraco quanto essa casa que agora queima junto a ti.

† Poison † Girl ♫

domingo, 23 de janeiro de 2011

"Paraíso"


Sinto um corpo frágil tremer em meus braços, tão sem vida, e neste momento a angústia entala minha garganta, enquanto nossa secreta viagem silenciosa pie as dúvidas aos poucos em minha mente. Gostaria de não ter medo, mas infelizmente, todo humano tem, eles apenas mudam de nome e gravidade. Meus olhos ardem de cansaço, á medida que esse doce veneno é injetado em minhas veias. O futuro geralmente é apenas um espelho do passado, e ainda continuo aguardando até que percebam que o paraíso é apenas uma espécie de inferno camuflado.

† Poison † Girl ♫

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Indiferença


Admita, eu sou tudo que você costumava odiar, mas somos tão parecidos. Não perca seu tempo tentando negar a verdade, pois ela ainda estará dentro de você. Somos dois lutadores na mesma batalha diária, onde a vida é a única vencedora, ela usa tudo ao que você se apega, e no final do dia seu pecado é o que te arrastará, a caminho da insanidade. Certa vez alguém me disse que o oposto do amor não é o ódio e sim a indiferença, então talvez seja ela o que me torna tão forte, e ele o que te torna tão fraco.

† Poison † Girl ♫

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Subconsciente


O calor percorre cada parte de seu corpo coberto pelo suor e uma sensação conhecida como prazer, aparentemente nada poderia abalá-los. Enquanto um homem solitário observa o casal de sua janela, prevendo o futuro com todo seu realismo. A verdade é que todas suas declarações e a respiração ofegante cada vez mais próxima do ouvido dela não significam nada. O que realmente importa na vida são os riscos que se corre, até não poder mais regressar. Aquele soturno gosto amargo ainda está em sua boca, neste momento não faça nada, apenas fume seus cigarros silenciosamente, ele está observando você morrer lentamente. Talvez nunca aprenda a enfrentar seu próprio subconsciente, e é isso que te enfraquece mais a cada dia.

† Poison † Girl ♫

Ceifadores


Escuto vozes levemente familiares, mas jamais poderemos revelar todo o peso que essa leve cortina esconde sobre nós. Sinto meus sonhos mais obscuros renascendo das cinzas, juntando seus pequenos pedaços para correr a meu encontro. Enquanto os ceifadores aproximam-se também, uma antiga canção sobre fé e esperança ressoa em meus ouvidos. Desejo é o que ainda me mantém aqui de pé aguardando o momento certo, até que as luzes finalmente se apaguem, e meu pequeno momento noturno de triunfo venha à tona, tão insignificante para os outros, mas ao mesmo tempo tão voraz para mim.

† Poison † Girl ♫

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Pequenos segredos sujos


Escuto barulhos surreais, numa madrugada tão quieta em que até mesmo o silêncio chega a ser avassalador. Observo a sombra negra na parede, tão inexpressiva e sem vida quanto um corpo que descansa em seu leito de morte, desfalecido aos poucos. E a rua escura guarda os doces segredos antigos, onde as vozes são como sussurros violentos, delicadamente esquematizados, projetados contra sua própria insensatez. Onde a constante fixação por meus pequenos segredos sujos jamais será curada.

† Poison † Girl ♫

Sonho Diário


As incertezas são a chave que nos mantem vivos, enquanto a bela melodia da morte ecoa em nossas mentes, tão sombria quanto um mórbido sonho bom. Nesse meio termo entre realidade e ilusão, o cheiro das cordas do violão se reflete em minhas mãos, e tudo que tenho em mente são meras notas sem sentido. O tempo se vai, continuo aqui sentada, observando os corvos passarem por inúmeras dimensões, até que finalmente abro os olhos, despertando assim, desse incrível sonho diário.

† Poison † Girl ♫

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Devaneio


Hoje pensei em voltar a beber, pois as coisas tornam-se muito mais fáceis quando se está "dopado". Mas voltei atrás em minha decisão, porque lembrei que não vale à pena se alimentar de falsas ilusões. Jamais poderemos esquecer um pequeno detalhe, o mundo se mantém em constante evolução, e as pessoas são transformadas em mero objeto no jogo malvado da vida. Devido a isso, utilizo minha principal arma contra ela, a indiferença, guardando os medíocres devaneios para mim mesma.

† Poison † Girl ♫