terça-feira, 24 de abril de 2018

Bem

E se eu soubesse, que aquela era a última vez, será que teria agido da mesma forma? E se ainda houvesse, qualquer tipo de esperança, será que eu tentaria mudar as coisas? Creio que não, creio que chega um ponto no qual não há mais volta, apenas recordações. Tanto boas quanto ruins, afinal, a vida é feita de altos e baixos mesmo. Um dia você ganha, e no outro você perde, faz parte. A vida pode te reservar algo melhor, então erga a cabeça, até mesmo em dias nublados, tudo vai melhorar. Deixa pra lá, todo esse lance de passado, se for pra ser, um dia ele volta, para se transformar em presente e futuro, naturalmente. Só espero que, onde quer que esteja, você fique bem.

domingo, 22 de abril de 2018

Em paz

Sinto o vento gelado bater em meu corpo, e tudo que eu queria agora era o teu calor. Às vezes, você me deixa sem palavras, e não é qualquer um que consegue fazer isso comigo. Pela primeira vez em muito tempo me sinto feliz de verdade, sem precisar me preocupar com nada. Me perdi na calmaria de teus olhos, mas não de forma desesperadora, e sim aconchegante. Não quero mais me encontrar, quero continuar aqui, aninhada em teus braços, sentindo teu cheiro. Meu mais novo vício, agora é sentir teus lábios, quero cada vez mais, sem parar. Vou me encantando pelo teu jeito, tão singular e acolhedor. Você abalou todas as minhas estruturas, todas as defesas caíram. Beije cada parte de meu corpo, enquanto tremo de prazer. E agora não me canso mais de escrever, sobre o quanto isso tudo me faz bem, o quanto você me faz bem. Às vezes, quando penso em desistir de mim mesma, de tudo, eu lembro da sorte que tenho, de ter encontrado alguém tão especial. Eu poderia morrer agora em teus braços, e sei que estaria em paz.

Sorriso bobo

Sabe quando você sente como se sua vida não valesse de nada, que se você sumisse, simplesmente deixasse de existir, nada mudaria no mundo. As pessoas continuariam seguindo em frente, com suas vidas, ninguém sentiria sua falta, ninguém se importaria. Você é só mais uma pessoa comum, no meio de bilhões de outras pessoas comuns, não faz nenhuma diferença. Tento me convencer de que estou bem, de que não há nada de errado comigo, mesmo depois de tudo que aconteceu. Até que, às vezes, aquele seu sorriso bobo, contido, me vem a cabeça, e então, já me sinto até um pouco melhor.

domingo, 15 de abril de 2018

Adeus

Nunca quis te magoar, nunca quis te fazer sofrer, e espero de coração que essa seja a última vez que escrevo sobre você. Despedidas são difíceis, ter que seguir em frente mesmo contra a nossa vontade. Não quero mais escrever sobre coisas tristes, sobre como gritávamos um com o outro, e brigávamos tão feio, quando estávamos bêbados. Agora não consigo mais gritar, está tudo entalado, sufocando aqui dentro. As lágrimas e o sangue se misturam, eu gostaria muito de poder ficar, mas infelizmente tenho que partir, trilhar meu próprio caminho, foi bom enquanto durou.

Pleno

Beijar teus lábios foi algo totalmente diferente, esclarecedor, fui preenchida por uma espécie de paz. Me sinto como uma boba apaixonada, após o primeiro beijo. Mesmo assim, eu estava coberta de timidez, respirando fundo, ofegante, com o medo de que as palavras me faltassem no final. É tudo tão novo, e tem momentos em que até mesmo me falta o fôlego. Você me faz um bem danado, teu beijo é viciante, dá vontade de não parar mais, teu cheiro é maravilhoso. Talvez seja isso de que tanto preciso, um pouquinho de paz, um cafuné, um abraço quentinho. Olhar em teus olhos e perceber que pode ser diferente desta vez, que pode valer totalmente à pena.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Algo novo - Parte 2

Vamos deixar as coisas fluírem, se fortalecerem com o tempo, quero te conhecer melhor. Isso é tão gostoso, essa sensação de frio na barriga, a ansiedade pela espera do primeiro beijo, do primeiro toque, mais íntimo. Todas as outras coisas deveriam ser assim, tão simples, cansei das complicações, algo tem que mudar pra valer dessa vez, ser diferente, mesmo que nem sempre tudo acabe em flores. A vida dá voltas, e não quero mais, me ver parada no mesmo lugar de sempre, nas mesmas histórias, já tão conhecidas. O melhor é saber, que posso escolher me envolver, sem qualquer espécie de culpa, agora somos só nós dois, olho para cima e vejo seus olhos, eles brilham, e pensar em até que ponto isso pode chegar, no que pode dar, é tão excitante.

Algo novo - Parte 1

Não posso mais ficar parada nessa mesma encruzilhada de sempre, esperando que alguém decida algo por mim. Mais uma vez, sequer me lembro dos motivos, que nos levaram a isso. E então algo inusitado aconteceu, aquele rosto não me sai mais da cabeça, o sorriso tímido, talvez essa seja uma nova oportunidade. É tão agradável, a forma como somos capazes de conversar sobre qualquer coisa, essa estranha conexão que temos. Que as coisas aconteçam na hora que tiverem que acontecer, não é preciso ter pressa, e assim vamos trilhando nosso caminho. Tudo parece tão novo, as sensações, já fazia tanto tempo, que eu não me permitia, sentir algo inusitado. Simplesmente aconteceu, quando eu menos esperava, e não poderia ter sido melhor. Quero descobrir, para onde isso vai, sem o medo de errar, de me perder, de magoar e ser magoada.

sexta-feira, 30 de março de 2018

O esquecimento

Senti aquilo que tanto me importava esvair-se, escorrer por entre meus dedos, até que as lágrimas secassem. Mais uma vez, nada disso parece ser real, até mesmo quando seus lábios tocam os meus. Não queria ter me tornado assim tão dependente, e na maior parte do tempo só me pergunto o porque de tudo isso, de proporcionarmos tanta dor um ao outro. Talvez eu esteja em uma espécie de limbo, esperando que alguém me resgate, mas você não vai vir me salvar, não mais, tenho que aceitar isso.

quarta-feira, 28 de março de 2018

Incompleto - Parte 2

Uma mistura de sentimentos me envolve, medo, dor, raiva, tristeza, frustração, não sei o que sentir, até o momento em que eu crie uma armadura que nada penetra, não sinta mais nada. Fui tão tola, tão ingênua, de acreditar que dessa vez realmente seria diferente, que alguém finalmente me aturaria. Uma carreira de pó, injetar a agulha na veia, nicotina, será que alguma dessas coisas poderia ser suficiente? Um dia ainda vou perceber que posso ficar bem, que não vou morrer por causa disso, e então seremos apenas dois desconhecidos, cansados de sofrer por amor. Mas até o momento, é inegável, eu ainda acredito em nós dois.

Incompleto - Parte 1

Preciso me tocar, me forçar a sentir algo, pelo menos uma vez. Talvez seja hora de aceitar mesmo, que você não quer mais isso, que prefere seguir em frente e viver uma nova fase de sua vida, que ficará bem sem mim. Quando toda sua esperança se esvai, no que resta acreditar? Aguentar cada dia, parece tão difícil, doloroso. E eu que pensei, que nos complementaríamos para sempre, que nada poderia destruir isso. E me entreguei com uma intensidade voraz, te amo de uma forma que jamais me julguei ser capaz de amar alguém, e você está jogando tudo isso fora, no lixo, talvez meu amor realmente não seja bom o suficiente. Quando nos beijávamos, eu me sentia como se estivesse flutuando, invencível, e sei que é uma sensação que jamais terei novamente.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Aperto

A muito tempo que não me sentia assim, com um aperto no peito, essa sensação de que nada é real. A dissociação impregnada em minha mente, o eterno vazio, eu era tão feliz e nem sabia, agora tudo que quero é não sentir nada, cortejando a indiferença, pena que ela não me quer. Já não sei mais o que restou de mim, se é possível colar os pedaços de volta, talvez algum dia eu esteja tão quebrada, que já nem seja capaz de sentir nada. Enquanto isso eu sigo, com meus machucados, com as lembranças ruins, e mais ainda com as lembranças boas, que causam tanta saudade, que eu queria de volta. Queria uma máquina do tempo, apenas para poder eternizá-las, revivê-las inúmeras vezes, como um momento em que você sorri, por exemplo.

Cheiro doce

Fiquei a procurar, teu cheiro no meu travesseiro, doce ilusão. Aquele cheiro doce, que só teu pescoço tem, que me aquece o coração, faz com que me sinta acolhida, em casa. Me dê qualquer espécie de sinal, de que esse não é o fim, preciso disso para continuar levantando pela manhã, e enfrentar mais um dia. Realmente acreditei, que seria para sempre, que envelheceríamos juntos, e ainda não entendo muito bem o que aconteceu, para que isso não se realize. Todos os planos que criei em minha mente, para o futuro, um futuro com você, agora me parecem tão distantes. Então chega aqui perto, e me diz que aquilo tudo não passou de um terrível pesadelo, pois eu não consigo acreditar, que nós dois juntos é algo que já não existe mais.